Não há nada mais suculento do que uma bela peça de rosbife acabada de sair do forno. Fazer rosbife de forma perfeita requer alguma técnica e alguns passos que devem ser seguidos, conforme lhe vamos ensinar. E sim, um bom rosbife tem de ficar mal passado para que fique suculento e saboroso. Ao passar demasiado a carne, irá retirar-lhe todos os sucos e sabor. O ideal é que apresente três cores: castanho escuro por fora, rosado por dentro e vermelho no centro. Aconselhamos uma peça de carne tenra, saborosa e suculenta, o Novilho Angus Nacional, um produto 100% português, ideal para cozinhar o seu rosbife.

A técnica

Brasear é uma técnica antiga, francesa (braiser), que consiste em usar dois tipos de calor para cozinhar a mesma peça de carne ou peixe: calor seco e calor húmido. Ou seja: primeiro a carne ou peixe são selados numa frigideira ou chapa quente, com um pouco de gordura. Depois são passados para o forno, em recipiente próprio, onde vão continuar a cozinhar por mais alguns minutos.

Este método, além de conferir muito sabor aos alimentos, é ideal para peças que demoram mais tempo a cozinhar.

Mas atenção, há que saber deixar a carne no ponto: bem selada e escura por fora e rosa vivo por dentro. Para uma refeição perfeita completa, acompanhe com batata doce assada ou com batatas assadas com queijo.

Veja o nosso vídeo e saiba como fazer o melhor rosbife que já provou.

Tags: