Petiscos
para ver a bola

Verão é sinónimo de futebol, futebol é celebração, e celebração… pede petiscos. Não queremos que chegue o dia daquele jogo especial e a indecisão reine lá em casa sobre o que preparar para comer antes, durante e após o jogo de futebol. Damos-lhe sugestões para todos os momentos do jogo, para que nada falte na altura de festejar entre amigos e família. Saiba quais os melhores petiscos para ver a bola e aprenda como fazê-los com as nossas receitas. Porque jogo que é jogo merece uma bela pestiscada!

Para começar, os snacks

São 90 os minutos de jogo (e ansiedade), mas só dez os dedos que não queremos roer… Dedique-se antes a uns bons snacks

A abrir as hostilidades, nada melhor do que uns pimentos padrón (unos pican y otros non). Fazem-se em cinco minutos na frigideira, não pedem mais do que um fio de azeite e algumas pedras de sal e o seu picante pode ser tão imprevisível como o resultado de um jogo. Em alternativa, pode também usar o pimento nacional. Assá-lo requer mais arte e descascá-lo ainda mais (saiba como descascá-los) e, com a táctica certa, não demora nada a sair uma salada de pimentos para a (sua) mesa do canto.

Os tempos mudam, os telespectadores querem-se em forma e até o vídeo-árbitro é um futuro mais que certo. Se está a fim de snacks mais saudáveis, conte com os sempre magníficos tremoços, autênticos pontas-de-lança isentos de gorduras, baixos em calorias e cheios de proteína. Lave-os bem do sal, tempere-os com vinagre salsa e alho e pode comer à discrição.

Como se vê, não é só em campo que somos criativos. Entre no jogo com umas pipocas feitas com azeite, em vez de óleo, e substitua o sal por alho em pó, queijo parmesão ou orégãos; drible as batatas fritas com uns chips de batata-doce assados no forno; ponha a jeito algumas taças com azeitonas, nozes e amêndoas, ricas em gorduras boas; toste sementes de abóbora no forno e tempere-as com sal, pimenta e azeite; a meio campo exiba um delicioso guacamole feito com abacate maduro e tomate bem temperado; cruze para um nutritivo hummus de grão de bico e, finalmente, chute à baliza com uns decisivos cogumelos recheados. Se houver cartão amarelo, parta para o contra-ataque sem medo: há sempre as saladas frias para esfriar os ânimos.

Brinde à vitória com a melhor selecção
de cervejas e panachés, disponível no seu Pingo Doce

Cervejas, sangrias e panachés: perfeitos para refrescar o dia de jogo e acompanhar os deliciosos petiscos que vai preparar.

Sabia que a sangria é uma bebida típica da Península Ibérica? A combinação de vinho tinto, sumo com gás, fruta e especiarias ganhou até direito a denominação de origem pelo Parlamento Europeu em 2014, o que faz da sangria a bebida perfeita para acompanhar jogos com equipas internacionais.

Já o panaché, uma mistura de cerveja com uma bebida gasosa, tem origem francesa, uma curiosidade que pode sempre partilhar nos momentos mortos do intervalo. Não esqueça da água e do sumo, para abstémios e crianças, que o importante é festejar e manter-se hidratado.

5 sangrias para
os dias de jogo

Jogo que é jogo pede petisco e nós damos-lhe 11 sugestões. Entre o cartão amarelo e o pontapé de canto, o tiro ao poste e o penálti, a paixão pelo futebol acende-se também à mesa, e nós trazemos-lhe toda a inspiração que precisa para tornar o convívio da bola ainda mais inesquecível.

Os petiscos para a bola não são apenas a famosa trindade prego-bifana-coirato, nem sequer o clássico cachorro-quente. Não é preciso montar rulote, juramos. Basta planear algumas iguarias típicas que o sucesso é garantido.

Comece com umas sempre saciantes empadas de galinha. Em alternativa, prepare umas pataniscas de bacalhau, uns peixinhos da horta ou uns pastéis de polvo. Esqueça os prognósticos antes do jogo e remeta o polvo para onde o seu resultado é mais certo: a salada de polvo. E os tradicionais rissóis? Os mais comuns, sabe-se, são de carne ou camarão, mas se lançar à mesa uns irreverentes rissóis de polvo antes do fim da primeira parte é garantido que entra no intervalo com assinalável vantagem.

Ao intervalo a fome já aperta e é tempo de chamar os reforços. Simplificamos-lhe a tarefa e damos-lhe as receitas de algumas sugestões: pica-pau de veado, de que ninguém vai estar à espera; os inevitáveis pipis e moelas; um pitéu de deixar água na boca, choco frito; e os amados camarões-tigre no forno. Se estiver mais virado para o frango, tente umas asas de frango com malagueta ou um frango com alho e manjericão. Como vê não é preciso muito mais para cozinhar um dia épico em casa, entrem ou não os golos na baliza mais certa.

BANCADA LÁ DE CASA: Veja como ganhar 30 produtos Pingo Doce para preparar os seus petiscos

11 petiscos da tasca para fazer lá em casa

3 COISAS DELICIOSAS PARA COMER ENQUANTO VÊ O JOGO

Pode ter tantas estações quantos forem os convivas à mesa. Surpreenda com uma saborosa pizza caseira.

Menos tradicional, mas porque não? O mais prático é comprá-lo já feito no sushi-bar do Pingo Doce em Telheiras

Pode seguir a nossa receita ou pode comprar o pão da avó Pingo Doce, cozido em forno de lenha e disponível nas nossas padarias

E CLARO… A SARDINHA NÃO PODIA FALTAR

Junho é o mês da sardinha, e os portugueses comem cerca de 35 milhões durante o Verão, segundo os cálculos do Instituto Português do Mar e da Atmosfera. Já foram muitas mais, mas o número ainda impressiona. A tradição manda que se comam simples, ao sal, com batata cozida e pimento, ou inteiras em cima de uma fatia de pão.

E que tal juntar sardinhas e pão e criar algo prático para comer em frente à TV, como um original pão de sardinhas? Não cai o peixe, não espirra o molho e até se aconchegam melhor os sabores. Outra alternativa são as bruschettas de sardinhas.

Após o apito final…

As sobremesas

No final do jogo uma coisa é certa: vai querer adocicar o momento, seja em modo de celebração da vitória, seja para esquecer a difícil derrota. Aceite as nossas 10 sugestões de sobremesas e boa sorte para o próximo jogo!