Como assar carne de frango

Um bom assado de frango começa na qualidade da carne e a melhor opção é mesmo o nosso frango do campo, suculento e saboroso.

Dicas e receitas

Tempero: sal, alho, limão ou lima, ervas aromáticas, cebola, alho-francês, cenoura, louro, pimenta branca em grão

Apesar da marinada (a peça de carne a repousar numa mistura de ingredientes) do frango ser relativamente simples, lembre-se que, para penetrar na carne, precisa de algum tempo. O tempo de espera valerá a pena, já que deste modo o frango ficará com muito mais sabor. Não prescinda de sabores cítricos, como o limão ou a lima, assim como o alho. Adicione ervas aromáticas se gosta de sabores mais frescos. Coloque-os na cavidade do frango e todo o interior irá usufruir da expansão dos sabores.

Veja como é simples assar um frango no forno

Tempo e temperatura: ao assar o frango ajuste os temperos e os tempos conforme o tamanho e o peso da peça. Para cada meio quilo de frango (inteiro) asse durante 20 minutos, a 220º C, de modo a ganhar uma crosta caramelizada e estaladiça. Depois, reduza para 180º C e deixe cozinhar até ficar bem passado. Teste-o na zona da coxa, pressionando com uma colher (os sucos devem ser claros sem vestígios de sangue) ou dê pequenos golpes na zona da coxa e confirme que a carne não está rosada.

As temperaturas estão dependentes do resultado pretendido ou do tempo disponível. Num assado mais lento, a baixa temperatura (1 hora e 30 minutos a 2 horas, 150º C), a carne do frango desfaz-se mais facilmente e a pele fica menos crocante. Numa assado mais rápido, com o forno a temperaturas mais elevadas (45 minutos a 1 hora e 30 minutos, 180ºC a 200º C), a carne fica mais firme e com a pele crocante e tostada.

Aproveite as sobras: se há assado onde melhor se pode aproveitar a carne para outros pratos é o frango. Depois de desfiado e desossado pode ser adicionado numa quiche de frango ou em empadas de galinha.

Como assar carne de peru

O peru assado é perfeito para servir num almoço de família ou num jantar com amigos. É um clássico nas alturas festivas e assá-lo é mais simples do que parece. Quer uma aposta?

Dicas e receitas

Se gosta de peças inteiras e desossadas, asse um peito de peru recheado com os seus ingredientes favoritos. Saiba como rechear peito de peru. Aprenda também a trinchar um peru para evitar desperdícios e aproveitar ao máximo as várias peças do peru.

Tempero: sal, laranja, louro, alecrim ou tomilho-limão, pimenta preta em grão

O peru pode ser temperado por dentro e por fora. Experimente fazer um sumo de laranja natural, regar a carne e acondicionar no frigorífico por umas horas. Pode mesmo deixar de um dia para o outro. A carne do peru é naturalmente seca, portanto dê-lhe tempo para marinar, para que ganhe um sabor mais suculento e uma textura mais húmida. Os tempos variam conforme o tamanho da peça, mas normalmente um assado de peru demora o seu tempo. Prepare-se para ter o forno ligado durante algumas horas.

Tempo e temperatura: asse o peru inteiro até três horas, a 180º C. Para peças mais pequenas, como o peito de peru, asse durante 40-60 minutos a 180º C. Antes de trinchar o peru deixe-o descansar durante 20-30 minutos, fora do forno e tapado com folha de alumínio

Agora que conhece os segredos de um bom peru assado, experimente fazer uma perna de peru assada, um clássico das mesas portuguesas.

Aproveite as sobras: reaquecer a carne de peru assada pode não ser a melhor solução. A carne tem tendência a ficar demasiado seca. Transforme as sobras em sanduíches de peru, numa quiche de peru e legumes ou nuns queques de peru.

Como assar carne de vaca

Vai assar carne de vaca? Se procura qualidade não hesite: a carne de novilho Angus é a melhor opção para um assado suculento.

Dicas e receitas

Tempero: sal, alho, cenoura, cebola, alecrim, salva, tomilho, louro e grãos de pimenta preta

Um bom bife, rápido de assar, vai precisar apenas de sal e pimenta. Comprove-o com o nosso passo-a-passo de como fazer um bife no forno. As peças de carne que assam lentamente precisam de mais tempo de marinada e de variedade no tempero. Já os cortes de maior porte (aconselhe-se no seu talho Pingo Doce) precisam de sabores mais fortes e mais tempo de marinada. Se adicionar legumes, como cenoura ou cebola, terá um sabor extra no caldo que fica depositado no fundo do tabuleiro.

Tempo e temperatura: asse durante 50 minutos a 180º C para uma carne no ponto. As carnes mais macias, com cortes mais delicados, devem ser assadas a temperaturas mais elevadas e por períodos mais curtos. Já as carnes menos macias devem ser assadas por períodos mais longos a temperaturas mais baixas. Quando retirar a carne do forno deixe-a descansar entre 10 a 20 minutos. A carne vai continuar a cozinhar e os sucos vão ser reabsorvidos, tornando-a mais saborosa e suculenta. Quanto aos pontos da carne tome como referência estes valores (ajuda se tiver um termómetro): mal-passada (52º C); ao ponto (60º C); bem passada (75 – 80º C)

Aproveite as sobras: uma óptima forma de aproveitar as sobras da carne de vaca assada é preparar esta sopa rica de feijão e carne. Bem picada, pode ser adicionada na confecção de croquetes ou de empadas de carnes.

Como assar carne de porco

Para um assado delicioso opte pela carne de porco Pingo Doce, de qualidade e sabor supremos e que sai sempre bem.

Dicas e receitas

Se está a pensar rechear um lombo aprenda a fazê-lo. Depois do lombo estar recheado, deve bridar (atar) a carne, para ajudar a manter a forma da peça e acondicionar o recheio dentro do lombo.

Tempero: sal, alecrim, cenoura, cebola, salva, louro, limão, vinagre, canela e cravo-da-índia, tomilho, malagueta

A marinada ajuda a carne de porco a ficar mais macia. Para isso vai precisar de sabores cítricos, como limão, lima ou laranja. Vá virando regularmente a carne para que marine por completo.

Tempo e temperatura: a carne de porco deve ser bem passada. Os tempos variam muito consoante a peça, mas a média é de 80 minutos a 180º C

Aproveite as sobras: se lhe sobraram algumas fatias de lombo de porco prepare umas boas sandes de carne assada. As sobras da carne de porco são óptimas para enriquecer um caldo de carne, muito útil para, por exemplo, ser adicionado num risotto ou numa sopa.

Como assar carne de borrego

A carne de borrego é uma carne macia, tenra e com menos gordura do que a carne de porco ou de vaca. Resulta em excelentes assados, sobretudo se usar o nosso borrego, de produção 100% nacional.

Dicas e receitas

Damos-lhe já uma sugestão para iniciar-se nos assados de borrego: se gosta de sabores exóticos e especiarias, saiba como fazer kebabs de borrego no forno.

Tempero: sal, azeite, alecrim, alho, hortelã, limão, vinho, pimentão doce, pimenta preta em grão

O borrego precisa de marinadas longas, à base de ervas aromáticas e sabores cítricos, para que os sabores sejam bem absorvidos e tornem a carne mais sumarenta.

Tempo e temperatura: inicie o assado com o forno a 200º C, durante 20 minutos. Reduza para 160º C durante mais uma hora

Aproveite as sobras: o borrego desossado e limpo pode ser cortado em pequenos pedaços e adicionado em sopas ou num arroz salteado com legumes

Precisa de mais dicas sobre assados? Veja o nosso Especial Assados