Filomena Coelho

Filomena Coelho

Frutaria da loja de Coimbra

Vermelhos, de tom intenso e sabor único, os bagos de romã revelam-se uma agradável surpresa à vista e ao paladar, numa sintonia perfeita. Conheça esta fruta e as dicas de Filomena Coelho.

A origem

A que chega ao Pingo Doce vem maioritariamente de Israel e, sobretudo, no período entre Outubro e Dezembro, especialmente no Natal, época em que é mais consumida, embora seja possível encontrar esta fruta ao longo de todo o ano, como explica  Filomena prefere-a “simples” ou eventualmente numa “tarte de fruta”, embora a recomende também em saladas.

Não sabe escolher? Vá pelo peso

Ao escolher romãs, centre-se sobretudo no seu peso, quanto mais pesadas proporcionalmente ao tamanho, melhores são e mais sumo contêm. Saiba como escolher uma romã aqui.

Como prepará-la

A forma mais prática de preparar uma romã é começar por cortar o topo da fruta. Faça então golpes na casca, como se estivesse a cortar gomos – siga as divisões marcadas pela membrana branca. Separe os gomos com ambas as mãos e, virando cada um ao contrário, segure-o com uma mão, com a casca para cima, e, com a outra mão, bata com uma colher de pau na romã, soltando os bagos para uma tigela. Se a partir só ao meio e bater com uma colher na casca, também funciona, diz a responsável de frutaria. Se preferir, pode optar por um descascador próprio para esta fruta, disponível nas lojas Pingo Doce. Se optar por sumo, pode utilizar um espremedor de citrinos ou uma centrifugadora. Veja a nossa galeria para ficar um mestre em descascar romãs.

Romã

Como conservá-la

As romãs conservam-se bastante tempo, desde que inteiras, até dois meses no frigorífico e cerca de um mês fora do mesmo. Os bagos podem conservar-se num saco plástico fechado no frigorífico duas semanas, aproximadamente, e, se congelados, vários meses. Quando congelar, espalhe-os numa folha de papel de cera ou vegetal sobre um tabuleiro e leve ao congelador cerca de duas horas. Retire rapidamente, passe-os para um saco hermeticamente fechado e guarde no congelador.

Frutaria em primeiro plano

Filomena Coelho destaca o contacto com o cliente como uma das principais vantagens do seu trabalho. Não menos importante, no entanto, “trabalhar na frutaria, a secção com que os clientes se deparam assim que entram na loja”, dá-lhe uma enorme satisfação, sobretudo pelo desafio de “ter sempre tudo em condições excepcionais”.

Receitas

As romãs podem ser usadas de mil e uma formas nos seus doces e pratos. Deixamos-lhe duas receitas: Tapioca com romã e Semifrio de romã. Tente lá em casa!

Tags: