Rótulo de garrafa

O rótulo ao longo dos tempos

Funcionando como uma ligação entre o produtor e o consumidor, o rótulo é a imagem do vinho e o elemento que fornece toda a informação necessária, para que quem o compre possa fazer uma escolha consciente.

Até à primeira metade do século XIX o vinho era vendido a granel, sendo o próprio vendedor quem assegurava a sua qualidade. Na segunda metade do século XIX a evolução na produção vidreira e na produção de cola permitiu a criação das primeiras garrafas de vinho rotuladas. Após a Segunda Guerra Mundial a rotulagem passou a ser obrigatória, ficando essa obrigação a cargo do produtor.

Mais tarde, a União Europeia criou legislação que veio definir as regras de rotulagem, estabelecendo algumas menções de presença obrigatória no rótulo, outras facultativas. Actualmente, nas marcas mais jovens, há a tendência a recorrer ao contra-rótulo, apesar de não ser obrigatório. No contra-rótulo os produtores complementam a informação sobre o vinho, fazendo referência às castas e à sua origem, ao processo de vindima e às características do vinho.

Seja responsável, beba com moderação.