Venha conhecer o Mercado Social, onde ser solidário tem outro sabor

O Pingo Doce de Telheiras tem em loja um espaço onde serão vendidos produtos de duas Instituições de Solidariedade Social: a Casa dos Sabores e a Semear Mercearia.

No Pingo Doce acreditamos em fazer a diferença pelo investimento na comunidade

Lançámos um primeiro desafio a duas Instituições de Solidariedade Social que apoiamos há mais de uma década e com provas dadas em negócios sociais na área alimentar. Para fomentar o empreendedorismo social, e reconhecendo a qualidade destes produtos, juntámos esforços, oferecendo aconselhamento e o acesso a condições vantajosas, sem qualquer contrapartida financeira para o Pingo Doce.


Sobre as Instituições

Casa dos Sabores

Fundada em 1931, a Casa de Protecção e Amparo de Santo António é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) que tem a missão de apoiar a causa da maternidade desprotegida.

Em 80 anos de vida, a Casa de Santo António já ajudou 2700 mães, e consequentemente 2700 crianças e famílias. Durante a sua permanência na instituição, as mães adquirem competências maternas, sociais e profissionais, construindo o seu projecto de vida e contribuindo positivamente para a sociedade. Quebrar o ciclo e encontrar um novo rumo são os seus maiores desafios.

A instituição está dividida em 3 valências: Casa das Mães (Lar de crianças e jovens), residência que acolhe 17 mães e seus filhos; Casa das Crianças (Creche), que acolhe 35 crianças, entre as internas e externas, e a Casa dos Sabores que, através da sua actividade comercial na área da restauração, é o motor de sustentabilidade das restantes valências.

SAIBA MAIS: Casa dos Sabores

Semear Mercearia

Tudo começou em 2005 através de um grupo de pais de crianças com necessidades especiais, que criou o BIPP – Banco de Informação de Pais para Pais, uma IPSS que tem como objectivo prestar informação à sociedade sobre os recursos existentes em Portugal para pessoas com deficiência.

Um dos seus projectos é o Semear Mercearia, um negócio social inclusivo, que tem como objetivo empregar pessoas com deficiência e combater o desperdício alimentar, através da produção e exploração agrícola, preparação, confecção, transformação e venda de produtos alimentares artesanais. Os produtos são preparados por jovens adultos com dificuldade intelectual e de desenvolvimento.

Ao longo da sua existência, mais de 9 mil produtos já foram transformados, embalados e vendidos, tendo sido recuperadas 4 toneladas de desperdício.

SAIBA MAIS: Semear Mercearia