Pesquisa Pesquisa Área de Utilizador
Fechar pesquisa
Poupa MaisPoupa Mais

11 alimentos que não deve congelar

11 alimentos que não deve congelar
O congelador é o melhor amigo de muita gente. Mas a verdade é que nem tudo pode ser congelado, sob risco de se perderem muitas das características dos alimentos, do ponto de vista de sabor e textura. Descubra quais os alimentos que não deve congelar.
Link copiado

No congelador podem guardar-se refeições já feitas, alimentos crus, pão, gelados e uma grande variedade de ingredientes para usar mais tarde. Aprenda a identificar os alimentos que não deve congelar.

1. Vegetais e frutas ricos em água

Só deve congelar estes tipo de vegetais e frutas (melancia, pepino, batatas, maçãs, entre outros) se for para colocar em seguida numa misturadora ou liquidificadora. É que estas frutas e vegetais perdem a textura quando são descongelados.

2. Carne já descongelada

Quando descongelada à temperatura ambiente, a carne começa a desenvolver microrganismos que só o calor pode destruir. Por isso, deve ser logo cozinhada, sem voltar ao congelador.

3. Massa cozinhada

Ao congelar a massa já cozida congela também as partículas de água da massa. O resultado, quando descongelada, é uma pasta mole, ensopada e sem graça.

4. Grãos de café ou café em pó

As temperaturas baixas secam o café. Em vez de o congelar, guarde-o num local fresco, escuro e numa caixa bem fechada. Desta forma poderá conservar a frescura do café durante alguns meses.

5. Comida enlatada

Este tipo de comida é feita para durar muito tempo na despensa e não precisa de ser congelada. Se por acaso sobrar uma parte que queira aproveitar, tire-a da lata e guarde-a numa caixa ou saco de congelação.

6. Ovos com casca

No congelador a matéria que constitui o ovo expande-se e pode fazer com que a casca estale, deixando entrar bactérias ou qualquer tipo de sujidade.

7. Iogurtes ou outros laticínios

Quando congelados, separam-se ou, como se diz na gíria culinária, “deslaçam”. Guarde estes alimentos no frigorífico e mantenha-os longe do congelador.

8. Queijos moles

Não tente congelar aquele maravilhoso queijo da Serra que lhe ofereceram, nem o chévre que sobrou do jantar de amigos. Guarde-os no frigorífico.

9. Molhos que levem farinha ou amido de milho

Este tipo de molhos, como por exemplo o béchamel, separam-se quando congelados e pode ser difícil, depois de descongelados, voltar à consistência original.

10. Gelado derretido

Pôs-se na conversa e o gelado que sobrou estava líquido? Acontece a todos. Mas não o volte a congelar porque só ficará com uma pasta pegajosa e sem graça. Faça um batido, por exemplo.

11. Refeições que já foram aquecidas

Mais uma vez devemos alertá-lo para os microrganismos que se podem formar num alimento que já foi congelado cozinhado e depois aquecido. Guarde as sobras no frigorífico e consuma-as no prazo de um dia ou dois.

Dica
Conserve as ervas aromáticas em azeite e mantenha-as sempre frescas, para cozinhar, temperar ou decorar um prato. Saiba como congelar ervas aromáticas.
Receba novas receitas todas as semanas
Subscrever newsletter
Já tem a sua revista Sabe Bem?
Comprar revistaLink externo
De momento não foi possível processar o seu pedido, por favor tente mais tarde

É tão bom
encontrar-nos assim.

Em qualquer lado.

Encontre-nos em: