Pesquisa Pesquisa Área de Utilizador
Fechar pesquisa
Poupa MaisPoupa Mais

Prémio de Literatura Infantil

 Pingo Doce

Luís Belo

Luís Belo

Luís Belo, 26 anos, com o pseudónimo Emília Laranja, recebeu o troféu de vencedor na categoria de Ilustração da 1.ª edição do Prémio de Literatura Infantil do Pingo Doce. O Júri – presidido pela Alêtheia Editores na pessoa de Zita Seabra e composto por André Letria, Inês Moura Paes, Pedro Sousa Pereira e Sara Miranda – escolheu este candidato como o que melhor respondeu ao desafio de ilustrar a história “De onde vêm as Bruxas?”, da autoria de Joana Lopes, vencedora na categoria de texto.

Natural de Viseu, onde reside, Luís Belo é licenciado em Artes Plásticas e Multimédia pela Escola Superior de Educação de Viseu e tem feito da imagem, nas suas mais variadas formas de expressão, o centro da sua atividade. No momento em que recebeu o troféu, numa cerimónia que teve lugar na Feira do Livro do Porto, afirmou: “Este prémio significa muito para mim. É um valioso reconhecimento do meu trabalho por pessoas cuja obra respeito muito. Em segundo lugar, irá permitir-me pôr em prática alguns projetos que de outra forma seria muito difícil concretizar. É o melhor voto de confiança que poderia receber e sinto-me grato por isso.” Numa intervenção emocionada, Luís Belo agradeceu aos pais, presentes na cerimónia, todo o apoio que sempre recebeu deles e dirigiu-lhes uma brincadeira: «Estás a ver pai? Afinal, quando me diziam com um ar conformado… “Está bem, Luís, vai lá desenhar…”».

Num total de mais de 400 candidaturas oriundas de todas as regiões de Portugal Continental e também das Ilhas, foram tal como na fase de texto, as regiões da Grande Lisboa e Norte as que reuniram maior número de candidaturas. As mulheres representaram cerca de 75% do total de candidatos e a faixa etária que mais obras submeteu à avaliação do Júri situou-se entre os 20 e os 40 anos.


A Presidente do Júri, Zita Seabra, referiu que «recebemos candidaturas de todo o País e, na opinião do júri, muitas muito boas. Foi difícil escolher uma porque várias mereciam este prémio. Recebemos bruxinhas de todas as cores, predominando o verde, evidentemente, numerosas bruxas verdes e muitas com verrugas e mesmo eu, que não acredito em bruxas, fiquei plenamente convencida que “las hay, las hay”.»

Joana M. Lopes

Joana M. Lopes

Vencedora Texto - 1.ª Edição
A autora do texto vencedor tem 30 anos e reside na região Centro de Portugal, na Sertã. Professora na Escola Profissional da Sertã, sempre acalentou o sonhou de ser escritora.
Saber mais

Todas as edições

Conheça os livros e os autores vencedores, das edições anteriores do Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce.

Uma iniciativa de:

De momento não foi possível processar o seu pedido, por favor tente mais tarde

É tão bom
encontrar-nos assim.

Em qualquer lado.

Encontre-nos em: